Barak Obama tem menos de um ano de mandato como presidente. Não tem, ao menos que se saiba, nenhuma atuação destacada como agente ou promotor da paz mundial. Mas tem, é inegável, a chave do maior poderio destruidor do planeta. Talvez o prêmio tenha vindo como um pedido: “ameaçe, e faça a paz”.

Anúncios